Humanidades Digitais: novos desafios e oportunidades (bibliotecas digitais)

Revista Internacional del Libro, Digitalización y Bibliotecas

Guerreiro, D. & Borbinha, J. (2014). Humanidades Digitais:  novos desafios e Oportunidades (novo artigo). Revista Internacional del Libro, Digitalización y Bibliotecas, 2(2). Disponível em http://ijbes.cgpublisher.com/

Humanidades Digitais:  novos desafios e oportunidades (versão pre-print)

Dália Guerreiro, Universidade de Évora/CIDEHUS, Portugal
José Luís Borbinha, IST / INESC-ID, Portugal

Continuar a ler

Apresentações e resumos do II Seminário Internacional História e Língua – Interfaces

II Seminário Internacional História e Língua – Interfaces

Realizou-se no passado dia 23 de setembro de 2014, na sala dos docentes do Colégio do Espírito Santo (Universidade de Évora) o II SEMINÁRIO INTERNACIONAL HISTÓRIA E LÍNGUA – INTERFACES. Programa

As apresentações abordaram algumas das áreas de investigação em humanidades digitais.

Continuar a ler

What if we do, in fact, know best?: A Response to the OCLC Report on DH and Research Libraries

O relatório da OCLC  está a registar alguma polémica. Os bibliotecários americanos sentem-se atingidos no seu profissionalismo. Em resposta foram colocados três post “What if we do, in fact, know best?: A Response to the OCLC Report on DH and Research Libraries“,  “RECOMMENDED: Asking For It” e “RESOURCE: Does Every Research Library Need a Digital Humanities Center? An OCLC Research Report“.

Para ler e reflectir!

Guide to Creative Commons for Humanities and Social Science Monograph

Priego, Ernesto; Collins, Hellen; Milloy, Caren; Stone, Graham; Eve, Martin; Baker, James (2014): Guide to Creative Commons for Humanities and Social Science Monograph Authors (OAPENUK 2013). figshare
http://dx.doi.org/10.6084/m9.figshare.928467

Desenvolvido pela equipa  OAPEN-UK: Ellen Collins, Caren Milloy e Graham Stone e editado por James Baker, Martin Paul Eve e Ernesto Priego.
Este guia explora preocupações pelos pesquisadores, sociedades científicas e editores  que trabalham com o projeto OAPEN no Reino Unido. O guia foi editado por pesquisadores ativos, para se certificar de que ele é relevante e útil para académicos confrontados com a tomada de decisões sobre a publicação. Este guia é baseado em licenças Creative Commons, e não sobre o acesso aberto em geral. 

Does Every Research Library Need a Digital Humanities Center?

oclc

 

Schaffner, Jennifer and Ricky Erway. 2014. Does Every Research Library Need a Digital Humanities Center? Dublin, Ohio: OCLC Research.http://www.oclc.org/content/dam/research/publications/library/2014/oclcresearch-digital-humanities-center-2014.pdf.

Artigo de autoria de  Jennifer Schaffner e Ricky Erway, investigadoras da OCLC,  foi publicado na na página da OCLC (Online Computer Library Center, Inc.). Neste artigo advoga a necessidade de criação de algumas competências na área das humanidades digitais, junto das bibliotecas, explicitando os vários tipos de apoio a disponibilizar.

Os centro de humanidades digitais tornam-se mais necessários nas bibliotecas especializadas, apesar de reconhecer que a maioria dos bibliotecários não possui as competências técnicas necessárias ao investigador de humanidades digitais e que é necessário um grande esforço económico. As humanidades digitais receberiam um contributo muito positivo com a associação às bibliotecas.

A pesquisa de fontes, a sua disponibilização em presença ou em linha de forma adequada tanto para as obras como para os investigadores é parte integrante das competências do bibliotecário. Assim como a preservação dos conteúdos nados digitais e a disseminação dos produtos realizados.

A metacodificação é outro campo onde a cooperação entre os investigadores e a biblioteca pode ser realizada.

Pode até não se justificar a criação de um centro, mas é imprescindível a colaboração entre a biblioteca e os investigadores das humanidades digitais, conduzindo a projetos coerentes, normalizados e persistentes.

 

 

 

A 3-Step Introduction to Digital Humanities for Library Dwellers

Foi publicado no blogue hack library school o artigo A 3-Step Introduction to Digital Humanities for Library-Dwellers

Como o título indica fazem uma abordagem às humanidades digitais em 3 passos.

No primeiro passo temos a definição do termos “humanidades digitais”, consideram que é um termo abrangente e colaborativo com múltiplas áreas dentro das humanidades onde se deve de incluir a biblioteconomia. No segundo passo as práticas das humanidades digitais podem produzir resultados interessantes nas bibliotecas e que em nada chocam com a biblioteconomia tradicional. No terceiro passo apelam a ver tudo o que se vai fazendo pelo mundo, que ferramentas existem, aconselha como sítios a visitar: