Está na hora de actualizar o CV

Ter o CV actualizado é uma exigência, mas também um desafio constante. Existem várias ferramentas disponíveis, mas qual ou quais escolher? 

De um modo geral todas as plataformas permitem disponibilizar a formação académica e a filiação, além de facultarem uma grande visibilidade aos conteúdos disponibilizados, mas as semelhanças acabam aí é permitem a partilha nas redes sociais.

Continuar a ler

4.º Encontro de Bibliotecas de Ensino Superior

O 4.º Encontro de Bibliotecas de Ensino Superior tem como tema “Competências, Infraestruturas de Investigação, Redes de Cooperação” de forma a promover o debate dos desafios e o conhecimento das tendências mais recentes para as bibliotecas e serviços de informação e documentação de Instituições de Ensino Superior e de Investigação.

 

Datas importantes:

Submissão de propostas para Pechas Kuchas: 25 de janeiro a 25 de março.
Notificação aos autores das propostas para Pechas Kuchas: 15 de abril .
Inscrições: de 1 março a 1 de junho, obrigatória, mas gratuita.
Publicação do programa final: 1 de maio.
4º Encontro das BES: Coimbra 4 e 5 junho

 

Mais informações

l’Encyclopédie ou Dictionnaire raisonné des sciences, des arts et des métiers (1751-1772)

A história da Encyclopédie ou Dictionnaire raisonné des sciences, des arts et des métiers (1751-1772) é longa, teve início em 1751 e termina em 1772 a sua primeira edição em papel. A obra “compreendendo 35 volumes, 71 818 artigos, e 2 885 ilustrações, foi editada por Jean le Rond d’Alembert e Denis Diderot. D’Alembert deixou o projeto antes do seu término, sendo os últimos volumes obra de Diderot”1. Seguem-se reedições, adaptações e mesmo edições falsas.

Continuar a ler

  1. Ver wikipédia também existe a versão em português, mas não é tão completa []

The myth of the new: Mass digitization… [recensão]

Num estudo acerca do impacto da digitalização em larga escala, Gooding, Terras e Warwick em 2013 começam por diferenciar “digitalização em larga escala” (large-scale digitization) e “digitalização em massa” (mass digitization). A “digitalização em larga escala” está a ser executado por instituições detentoras do património, como bibliotecas, universidades, centros de estudo, e outras, que digitalizam os próprios acervos, enquanto a “digitalização em massa” é efetuada por grandes companhias, como a Google, com conhecimentos na área da digitalização, as quais digitalizam massivamente o espólio de outras instituições, distinguindo-se quer pela escala da digitalização, quer pela propriedade heterogénea dos acervos. Continuar a ler

Do fazer ao utilizar: pesquisa e recuperação da informação nas Bibliotecas Digitais

Hemeroteca
Do fazer ao utilizar: pesquisa e recuperação da informação nas Bibliotecas Digitais

Objetivos Gerais
No final do seminário deverão ser capazes compreender as vantagens/desvantagens das bibliotecas digitais e as diversas tipologias que podemos encontrar nas mesmas, assim como pesquisar e recuperar a informação nos diversos sistemas.

Objetivos Específicos
Esta ação tem por objetivo proporcionar conhecimentos sobre coleções digitais, seu contexto e desenvolvimento, e estabelecer um conjunto boas práticas para uma eficiente recuperação da informação.

Dia 23 de janeiro
Coleções Digitais; Hemeroteca, das 18:00 > 19:00
Dia 20 de fevereiro
Bibliotecas Digitais Portuguesas, das 18:00 > 19:00
Dia 20 de março
Bibliotecas Digitais Internacionais e agregadores, das 18:00 > 19:00
Dia 17 de abril
Bibliotecas Digitais para as Humanidades, das 18:00 > 19:00

Entrada gratuita, mediante inscrição para o mail: hemeroteca@cm-lisboa.pt

Local: Rua Lúcio de Azevedo, 21B, Lisboa

Programa da Hemeroteca