4.º Encontro de Bibliotecas de Ensino Superior

O 4.º Encontro de Bibliotecas de Ensino Superior tem como tema “Competências, Infraestruturas de Investigação, Redes de Cooperação” de forma a promover o debate dos desafios e o conhecimento das tendências mais recentes para as bibliotecas e serviços de informação e documentação de Instituições de Ensino Superior e de Investigação.

Inscrição gratuita mas obrigatória em: https://www.bad.pt/form/index.php?option=com_rsform&formId=163

Keynote speaker:
Jeannette Frey
Jeannette Frey foi nomeada Presidente da LIBER em 2018 e é directora da Bibliothèque Cantonale et Universitaire (BCU) de Lausanne desde 2008. É membro do conselho da Europeana desde 2014.

Datas importantes:

Submissão de propostas para Pechas Kuchas: 25 de janeiro a 25 de março 3 de abril (quarta-feira).
Notificação aos autores das propostas para Pechas Kuchas: 15 de abril .
Inscrições: de 1 março a 1 de junho, obrigatória, mas gratuita.
Publicação do programa final: 1 de maio.
4º Encontro das BES: Coimbra 4 e 5 junho

Programa (resumo)

4 Junho
10:30 Sessão de Abertura
10:30 – 11:30 Sessão de Pechas Kuchas 1
11:30-11:45 Pausa para café
11:45-12:45 Keynote Speaker – Jeannette Frey
12:45-13:00 Foto de grupo
13:00-14:00 Almoço
14:00-15:30 Mesa redonda – Competências
15:30-16:00 Sessão de Pechas Kuchas 2
16:00-16:30 Pausa para café
16:30-18:30 Workshops
20:00 Jantar de convívio
5 Junho
9:30-10:15 Sessão de Pechas Kuchas 3
10:15-11:45 Mesa redonda – Redes
11:45-12:00 Pausa para café
12:00-13:00 Sessão EBSCO
14:00-15:00 Sessão de Pechas Kuchas 4
15:00-16:00 Grupos de discussão
16:00-16:30 Pausa para café
16:30-17:30 Mesa redonda – Desafios para as BES no apoio à investigação
17:30-18:00 Encerramento e conclusões

Mais informações

Supporting Digital Scholarship in Research

Journal of Library Administration

 

Vinopal, J., and M. McCormick. (2013) Supporting Digital Scholarship in Research

Libraries: Scalability and Sustainability. Journal of Library Administration 53, no. 1

(January 1, 2013): 27–42. doi:10.1080/01930826.2013.756689

 

Resumo

As bibliotecas, sobretudo as universitárias, fornecem não só o acesso aos livros, mas à informação, são um parceiro privilegiado nos projectos de humanidades digitais. A biblioteca fornece suporte aos investigadores, professores e alunos, através do auxílio na criação de conteúdos digitais em linha, com um wiki ou blog, ou com ferramentas mais complexas, como uma base de dados disponível na web, ou com ferramentas de colaboração entre investigadores, a integração com outras plataformas, etc.

Em 2011 foi feito um levantamento para aferir as necessidades da universidade em novas formas de colaboração baseadas na web, comunicação e publicação, e, propor um modelo de serviço que possam ser adotadas em bibliotecas da NYU.

A biblioteca deve incrementar a aprendizagem de novas competências para professores  alunos, métodos e ferramentas, de forma a integrá-las no seu trabalho

Foram realizadas entrevistas a bibliotecas congéneres, os resultados colocaram a tónica na escalabilidade dos serviços, mas foram apontadas as seguintes vias:

1. Digitalização das coleções: infraestrutura para digitalização, preservação e acesso (criação de uma equipa ou departamento)

2. Serviços de investigação e publicação digital

3. Bolsa Digital ou centro de competências em humanidades digitais

Implementação de um modelo para serviços de alto nível escaláveis e sustentáveis

Os serviços devem ser sustentáveis (para que eles possam ser mantidos ao longo do tempo) e escaláveis (a fim de beneficiar o maior número de estudiosos como possível).

No planeamento para oferecer serviços de bolsa digital, as instituições devem ser guiado por considerações locais, tais como as necessidades dos utilizadores, prioridades estratégicas e existentes estruturas e serviços organizacionais.

Alguns serviços criados noutras instituições: sistema de gerenciamento de conteúdo para blogs e colaboração, com um conjunto de modelos pré definidos e plugins para diferentes necessidades ou modelo para a publicação de revistas, personalizável.

As bibliotecas têm um papel importante a desempenhar no desenvolvimento e manutenção de práticas eficazes nas humanidades digitais. Possuem pessoal técnico treinado nas áreas das TIC e todo o conhecimento de como catalogar, organizar, anotar, associar, integrar, gerir, disponibilizar e reutilizar a informação, competências essenciais ao bom sucesso das humanidades digitais.