Bibliotecas digitais: do crer ao fazer

A Biblioteca digital pode-se definir como:

“A focused collection of digital objects, including text, video, and audio, along with methods for access and retrieval, and for selection, organization, and maintenance of the collection.”1.

 

Continuar a ler

  1. Witten, I. H., Bainbridge, D., & Nichols, D. M. (2009). How to Build a Digital Library (2 th). Burlington, MA 01803, USA: Morgan Kaufmann []

Bibliotecas Digitais e conhecimento científico – Workshop

News

Apresentação

As bibliotecas e os respetivos acervos foram essenciais para o desenvolvimento da Humanidade ao longo da história, assumindo-se como guardiões da memória e do conhecimento. Os avanços da Web e o desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação nas últimas décadas transformaram substancialmente o modo como a informação passou a ser produzida, acedida e recuperada. Neste cenário as bibliotecas digitais têm assumido particular relevância, ampliando a sua função de custódia ao mundo digital e desenvolvendo o seu tradicional papel de organização e disponibilização da informação em novos meios.

Continuar a ler

A estratégia da sauna filandesa (trad.) #DayofDH 2016

A estratégia da sauna finlandesa
As fronteiras das Humanidades Digitais: Ensaio de geografia política de uma comunidade científica.

Versão portuguesa: La estrategia de la sauna finlandesa
Por Marin Dacos, 1 jun. 2013
https://bn.hypotheses.org/11138

Traduzido por:
Dália Guerreiro
Maria Isabel

Continuar a ler

Dia das Humanidades Digitais #DayofDH

índice-1O dia das Humanidades Digitais 2016, realiza-se a 8 de Abril.
A plataforma já está disponível http://dayofdh2016.linhd.es/.
Estão já inscritos 75 membros, apenas há dois membros portugueses:
Dália Guerreiro com o site Bibliotecas digitais e Humanidades Digitais.
Maria Isabel Roque com o site Museus e Humanidades Digitais.

 

 

Dia das Humanidades Digitais 2016 #DayofDH

índice-1

O dia das Humanidades Digitais 2016, realiza-se a 8 de Abril.

Tem como objectivo reunir os intervenientes a nível mundial. Para tal foi criada uma página web onde os interessados se devem registar, constituindo, no final, uma imagem dos investigadores conotados com as Humanidades Digitais. Todos eles devem responder à questão “O que é que um Humanista Digital realmente faz?”

Continuar a ler