Sobre Dalia Guerreiro

Doutoranda em Ciências da Informação e da Documentação pela Universidade de Évora. É membro integrado do CIDEHUS e bolseira da Fundação para a Ciência e Tecnologia (bolsa SFRH /BD/82229/2011)

Almamater

Almamater Biblioteca Digital de Fundo Antigo da Universidade de Coimbra

Almamater Biblioteca Digital de Fundo Antigo da Universidade de Coimbra

Alma Mater é a biblioteca digital do fundo antigo da Universidade de Coimbra, constituído, maioritariamente por obras anteriores a 1940, os trabalhos preparatórios para a sua construção foram iniciados em 2006. Em 2014, possuía “[…] 5595 obras digitalizadas, que correspondem a 1.250.577 imagens” (Miguéis & Fiolhais, 2014, p. 241)1. Nem o projeto, nem a Universidade disponibilizam dados estatísticos atualizados. […]

Continuar a ler

  1. Miguéis, A., & Fiolhais, C. (2014). Recursos digitais em livre acesso na Universidade de Coimbra: Estudo Geral e Alma Mater. Revista Reciis, 8(2), 231–242. http://doi.org/10.3395/reciis.v8i2.937.pt []

Perplexidade da tragédia na era digital

Poucos instantes depois do incendeio deflagrar na Catedral de Notre-Dame a Web foi invadida pelas imagens das chamas e pelos relatos que as acompanhavam, nas redes sociais, nos blogues, nos sites de noticias, um pouco por todo o lado. Repetiram-se à exaustão as mesmas imagens e, por vezes, os mesmos textos. Até parece que o direito de autor não existe, pois, na grande maioria dos casos, não há qualquer referência ao autor da imagem ou do texto, o que é um mau princípio. Defendo que o autor deve ser sempre referido, citado, enunciado: “o seu a seu dono”. Uma das excepções é o blogue português a.muse.arte que no post “Notre-Dame de Paris no rescaldo das chamas: da história à reconstrução” identifica os autores dos textos e das imagens. Os metadados também são muito descurados.

Continuar a ler

Está na hora de actualizar o CV

Ter o CV actualizado é uma exigência, mas também um desafio constante. Existem várias ferramentas disponíveis, mas qual ou quais escolher? 

De um modo geral todas as plataformas permitem disponibilizar a formação académica e a filiação, além de facultarem uma grande visibilidade aos conteúdos disponibilizados, mas as semelhanças acabam aí é permitem a partilha nas redes sociais.

Continuar a ler

4.º Encontro de Bibliotecas de Ensino Superior

O 4.º Encontro de Bibliotecas de Ensino Superior tem como tema “Competências, Infraestruturas de Investigação, Redes de Cooperação” de forma a promover o debate dos desafios e o conhecimento das tendências mais recentes para as bibliotecas e serviços de informação e documentação de Instituições de Ensino Superior e de Investigação.

Inscrição gratuita mas obrigatória em: https://www.bad.pt/form/index.php?option=com_rsform&formId=163

Keynote speaker:
Jeannette Frey
Jeannette Frey foi nomeada Presidente da LIBER em 2018 e é directora da Bibliothèque Cantonale et Universitaire (BCU) de Lausanne desde 2008. É membro do conselho da Europeana desde 2014.

Datas importantes:

Submissão de propostas para Pechas Kuchas: 25 de janeiro a 25 de março 3 de abril (quarta-feira).
Notificação aos autores das propostas para Pechas Kuchas: 15 de abril .
Inscrições: de 1 março a 1 de junho, obrigatória, mas gratuita.
Publicação do programa final: 1 de maio.
4º Encontro das BES: Coimbra 4 e 5 junho

Programa (resumo)

4 Junho
10:30 Sessão de Abertura
10:30 – 11:30 Sessão de Pechas Kuchas 1
11:30-11:45 Pausa para café
11:45-12:45 Keynote Speaker – Jeannette Frey
12:45-13:00 Foto de grupo
13:00-14:00 Almoço
14:00-15:30 Mesa redonda – Competências
15:30-16:00 Sessão de Pechas Kuchas 2
16:00-16:30 Pausa para café
16:30-18:30 Workshops
20:00 Jantar de convívio
5 Junho
9:30-10:15 Sessão de Pechas Kuchas 3
10:15-11:45 Mesa redonda – Redes
11:45-12:00 Pausa para café
12:00-13:00 Sessão EBSCO
14:00-15:00 Sessão de Pechas Kuchas 4
15:00-16:00 Grupos de discussão
16:00-16:30 Pausa para café
16:30-17:30 Mesa redonda – Desafios para as BES no apoio à investigação
17:30-18:00 Encerramento e conclusões

Mais informações

l’Encyclopédie ou Dictionnaire raisonné des sciences, des arts et des métiers (1751-1772)

A história da Encyclopédie ou Dictionnaire raisonné des sciences, des arts et des métiers (1751-1772) é longa, teve início em 1751 e termina em 1772 a sua primeira edição em papel. A obra “compreendendo 35 volumes, 71 818 artigos, e 2 885 ilustrações, foi editada por Jean le Rond d’Alembert e Denis Diderot. D’Alembert deixou o projeto antes do seu término, sendo os últimos volumes obra de Diderot”1. Seguem-se reedições, adaptações e mesmo edições falsas.

Continuar a ler

  1. Ver wikipédia também existe a versão em português, mas não é tão completa []

The myth of the new: Mass digitization… [recensão]

Num estudo acerca do impacto da digitalização em larga escala, Gooding, Terras e Warwick em 2013 começam por diferenciar “digitalização em larga escala” (large-scale digitization) e “digitalização em massa” (mass digitization). A “digitalização em larga escala” está a ser executado por instituições detentoras do património, como bibliotecas, universidades, centros de estudo, e outras, que digitalizam os próprios acervos, enquanto a “digitalização em massa” é efetuada por grandes companhias, como a Google, com conhecimentos na área da digitalização, as quais digitalizam massivamente o espólio de outras instituições, distinguindo-se quer pela escala da digitalização, quer pela propriedade heterogénea dos acervos. Continuar a ler

Do fazer ao utilizar: pesquisa e recuperação da informação nas Bibliotecas Digitais

Hemeroteca
Do fazer ao utilizar: pesquisa e recuperação da informação nas Bibliotecas Digitais

Objetivos Gerais
No final do seminário deverão ser capazes compreender as vantagens/desvantagens das bibliotecas digitais e as diversas tipologias que podemos encontrar nas mesmas, assim como pesquisar e recuperar a informação nos diversos sistemas.

Objetivos Específicos
Esta ação tem por objetivo proporcionar conhecimentos sobre coleções digitais, seu contexto e desenvolvimento, e estabelecer um conjunto boas práticas para uma eficiente recuperação da informação.

Dia 23 de janeiro
Coleções Digitais; Hemeroteca, das 18:00 > 19:00
Dia 20 de fevereiro
Bibliotecas Digitais Portuguesas, das 18:00 > 19:00
Dia 20 de março
Bibliotecas Digitais Internacionais e agregadores, das 18:00 > 19:00
Dia 17 de abril
Bibliotecas Digitais para as Humanidades, das 18:00 > 19:00

Entrada gratuita, mediante inscrição para o mail: hemeroteca@cm-lisboa.pt

Local: Rua Lúcio de Azevedo, 21B, Lisboa

Programa da Hemeroteca